Páginas

segunda-feira, 12 de março de 2012



Recebi esta peça de teatro sobre a prevenção de piolhos. O texto é interessante e por isso resolvi compartilhar com vocês.

                            
                          Teatro -   Operação Pente fino

       Sala de aula: Crianças e professor conversando sobre piolhos e entregando um bilhete para pedir ajuda no combate ao piolho. Termina a aula e todos vão para casa.
Casa:
A mãe sai na janela, o pai chega, coloca a enxada do lado se espreguiça, senta e fala:
     __ Hoje tô morto de cansado! Êta sór disgramadoooo!
     __ É véio, parece que o danadu tá cada veis mais perto da terra!
      A filha chega chamando: 
      __ Mãeee, paiii ... um bilhete da operação pente fino!
     O pai levanta todo desesperado:
     __ Só me fartava essa! Já não bastava a operação curupira, operação arco de fogo e agora vem essa operação pente fino? Da outra veis quase fui presoo!
     __ É Zé! Dessa veis acho que essa Marina da Sirva te pegou com esse blá, blá, blá em defesa do meio ambiente. Cê ta fritooo, homiiiiii!
     __Calma gente! Esse bilhete é da operação combate ao piolho! Não tem nada a ver com seus desmatamentos, pai!
     __ Ufaaa! Mas já não basta mi preocupá com gripe suína, gripe aviária, agora vem esse pióio pra incomodá! Nem tempo pra me coçá eu tenho!
    A mãe pega o bilhete da mão da filha e fala:
     __Deixa eu lê isso!  Pega o bilhete e finge que lê, faz careta, coça a cabeça. Quando termina de ler fala:
    __É pra ajudá a combatê uma tar de pediculose, uma infestação de pioio na iscola. É pra gente passá o pente fino e vê se ocê ta cum pioio fia!
     __Se ocê tive com esse bicho na cabeça vo entra nesse combate cas minhas armas! Esses pioios vão se arrepende de te nascido! Tão pensanu qui o sangui da minha fia é suuucu!!!
   Senta, põe a cabeça da filha no colo e começa a catança, puxa daqui, puxa de lá, vira pra cá, vira pra lá, faz cara de nojo, coloca na unha e mata os piolhos imaginários. Resmunga, resmunga e fala:
    __Fia do céu! Sua cabeça tá um verdadero piorar!
    __É, porque si uma prantação de mio é um miarar, si uma prantação de café é um cafezar, intão uma prantação de pioio deve ser um piorar! E vem essa professora falando qui é uma pediculosiiiii! Qui pediculosiii, o queeeeee, é um piorar memo!
    __Si prepara Zé! Porque agora vai começáaaa a operação que não é da Marina da Sirva, mais é da professora (nome)
   __Ela devia por o nome de operação Mata, mata! Porque é isso que vai sêêêê...  Pega aquele veneno que nóis coloca nas bichera do cachorro, tá bem ai em cima da parediiii!
   __Cê ta locaaa muié, colocá venenu na cabeça da nossa fia, isso faiz mar! Dexáa de sê ignorante!
   __ Qui fais mar o quêeeee, minha mãe colocava na minha cabeça e eu to aqui, vivonaaaa, interonaaa!
    __Cê num vai pegá o venenu eu pegooo! Levanta, pega a latinha com o neocid, mostra para o público e fala:
  ___ Já, já esse combate termina!
 Senta põe a cabeça da filha no colo e começa a colocar o veneno.        Termina, enrola uma fralda na cabeça da filha e fala:
__Agora vamu deitá! Amanhã vô vê como foi o extermíniooo!
    No outro dia o pai se levanta e chama a filha:
__Fia, levanta! A filha aparece toda pálida com olheiras e fala:
__Pai, tô tonta ....
 __Ah, fia! Tonta se sempri foi!
__ Não pai, tô cum dor de cabeça, vontade vomitá, pareci qui vô dismaiá!
  __Nossa, fia! Então se deve tá mar memo.
Chama a mulher!
  __Viu sua ignorante, num falei que venenu num si usa pra mata pioio, eu sô um cabocro da roça, mais eu sô informado! Eu iscuito a rádio Nacionar da Amazônia e a rádio Princesa FM de .......... eu sei que veneno faiz mar!
   A mulher começa a chorar:
----Liga pro hospitar Zé, vê se o médico tá lá! Mi discurpe fia, nunca mais vo fazê isso!!!!
O pai pega o celular, fala, fala... passa um tempo o médico chega!
   Aperta a barriga, olha nos olhos, analisa a pele, sente cheiro de veneno na cabeça da menina e fala:
  __Mais um caso de intoxicação por veneno!! Balança a cabeça, isso é um perigo! Onde já se viu combater a pediculose com veneno! A filha de vocês poderia ter morrido! Piolho se combate com pente fino e uma mistura de vinagre com água, nada mais!
  __Vou receitar um remédio pra desintoxicar a filha de vocês, logo, logo ela vai estar boa. Prescreve a receita e entrega a mãe que agradece.
   __ Ocê tem razão Zé, eu sô curpada da intuxicação da nossa fia. Eu podia te matadooooo ela!
  ___Viu muié, vê si aprendi a lição! Venenu nunca mais!
  __ Não, só pente fino, vinagri e uns champuzinho naturar de ervas qui eu vô fazê.
   Os dois se abraçam e entram em casa!
  


Observações:
 
 Tentei passar a mensagem de forma engraçada, utilizando personagens caipiras. Se servir use, abuse e faça as adequações necessárias.
  * Escrevi algumas passagens utilizando nomes de operações efetuadas no MT em  defesa do meio ambiente.
Para latinha de veneno utilizei a embalagem de pastilha Valda, fiz um furinho nela e coloquei trigo. Quando apertava a latinha, saia o pó de trigo simulando o neocid!
Pode adequar as  personagens, a menina pode ser interpretada por um menino e ser o Chico Bento, etc.
 Sala de aula, os alunos discutem com a professora conteúdos estudado a respeito de piolhos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Professora da Educação Básica, atuando também na universidade. Doutoranda, procuro entender os processos cognitivos envolvidos na produção da referenciação em textos narrativos.